Crash Bandicoot 2: Cortex Strikes Back (PSX)

sábado, 8 de fevereiro de 2014 Postado por P.A.


Gênero: Ação/Plataforma


Fabricante: Naughty Dog


Lançamento: 1997


Jogadores: 1 player





Quem poderia imaginar que a Sony - até então novata no mundo dos videogames - iria desbancar os concorrentes com tanta facilidade? Desde o dia do seu lançamento, o Playstation sempre foi um sucesso de vendas, com uma biblioteca de jogos muito grande e de muita qualidade e diversidade. Mas a Sony sabia que faltava algo pro seu console ficar completo: um mascote. A Nintendo tinha o Mario e a Sega tinha o Sonic; e a Sony acabou meio que adotando Crash Bandicoot como seu mascote - pelo menos até o fim da geração PSX; já que depois os direitos do jogo saíram das mãos da Naughty Dog e ele se tornou multi plataforma, e com qualidade duvidosa. Crash tinha tudo pra bater de frente com seus rivais, pois assim como Mario e Sonic, era muito carismático, cômico e o melhor, seus jogos eram muito divertidos. Eu sou suspeito pra falar, pois sou um grande fã de todos os jogos da série lançados para PSX.

Crash Bandicoot 2: Cortex Strikes Back começa logo após os eventos do primeiro jogo. Cortex cai em uma caverna e encontra um poderoso cristal mestre, o que lhe rende mais uma idéia maligna. Enquanto isso, Crash estava na praia com sua irmã caçula, Coco. Ela pede a Crash que vá buscar uma bateria pro notebook dela; e quando nosso herói parte em busca da bateria ele é capturado pelo cientista maluco. Cortex mente pra Crash dizendo que agora ele está do lado do bem e que os planetas irão se alinhar e a humanidade toda será dizimada com isso, mas que se conseguir reunir 25 cristais Cortex poderia impedir a destruição da humanidade. E assim começa nossa aventura, com Crash tendo que coletar os cristais acreditando nas mentiras de Cortex.

A primeira coisa à se notar de diferente em relação ao primeiro jogo, é que as fases estão divididas em cinco mundos contendo cinco fases cada; todas acessíveis através de uma espécie de warp room e não mais num mini-mapa. Com isso, você tem a liberdade de jogar as fases sem uma ordem fixa. Depois de passar as cinco fases, você enfrenta um chefe e vai pro mundo seguinte. Tudo isso dentro da Warp Room!
Outra coisa que mudou pra melhor foi o sistema de save. No primeiro jogo era horrível, pois você precisava achar três fichas de bônus e completá-lo para guardar seu progresso. Agora há um painel na parede da Warp Room onde você pode salvar seu progresso a hora que quiser.

Warp Room com as fases!

A jogabilidade também recebeu melhorias. Antes Crash apenas pulava e girava pra atacar, mas agora Crash ganhou algumas habilidades novas, como engatinhar, deslizar, saltar de barriga e até um pulo mais alto. Sem falar que agora é possível mover Crash pelo analógico, coisa impossível no jogo anterior, onde só podíamos usar os direcionais. Diferente da linearidade das fases do primeiro jogo, agora podemos ter fases em 2D e em 3D, podendo assim mover o personagem por toda a tela e não apenas em linha reta.

A parte gráfica e sonora não recebeu muitas modificações se comparado ao jogo anterior. Os gráfios ainda são bem feitos e muito coloridos, com cenários muito bacanas e agora mais bem elaborados; e sprites bem animados. As músicas e os efeitos sonoros também mantém a qualidade do primeiro jogo, com músicas agradáveis e com um tom de humor que lhe é peculiar para combinar com o estilo cômico do personagem.

Rodando o peão da casa própria!
Crash Bandicoot 2 é mais fácil que o primeiro jogo por dois fatores: primeiro é bem tranquilo conseguir vidas extras e o segundo é o sistema de saves! Podendo salvar seu progresso a qualquer hora, tudo fica mais fácil e você não corre o risco de ficar sem vidas e ter que começar tudo de novo.
O jogo ainda possui dois finais diferentes. Além dos cristais rosas, pedidos por  Cortex, existem diversos diamantes coloridos pelas fases... Coletando todos eles, um novo final é mostrado. Mas coletar todos os diamantes não é tarefa fácil.



NOTA FINAL: 9,0
CRASH BANDICOOT 2 MANTÉM A QUALIDADE E AINDA CONSEGUE MELHORAR EM ALGUNS ASPECTOS ONDE O PRIMEIRO JOGO FALHAVA. FOI UM APERITIVO PRO MELHOR JOGO DA SÉRIE, QUE SERIA LANÇADO NO ANO SEGUINTE!
Plataforma:


Comente com o Facebook: